em

Portos de Contêineres do mundo e como fica o Brasil no balaio de carga

Maiores Portos de Contêineres do Mundo:

Top 10:

 * Xangai (China)

 * Cingapura (Cingapura)

 * Ningbo-Zhoushan (China)

 * Shenzhen (China)

 * Qingdao (China)

 * Guangzhou (China)

 * Busan (Coreia do Sul)

 * Tianjin (China)

 * Hong Kong (China)

 * Roterdã (Holanda)

Observações:

 * A China domina a lista, com 7 dos 10 maiores portos.

 * Xangai é o maior porto do mundo, movimentando mais de 47 milhões de TEUs em 2022.

 * Roterdã é o único porto europeu no top 10.

E o Brasil, como fica no balaio ?

 * 1° lugar na América Latina.

 * 19° lugar no ranking mundial.

 * Movimentação de 4,2 milhões de TEUs em 2022.

Fatores que contribuem para a importância de Santos:

 * Localização estratégica: principal porto do Sudeste, região mais populosa e industrializada do Brasil.

 * Boa infraestrutura: acesso a rodovias, ferrovias e hidrovias.

 * Ampliação em curso: aumento da capacidade de movimentação de cargas.

E seus desafios? Fala aí camarada!

 * Congestionamento: porto opera próximo à sua capacidade máxima.

 * Alta dos custos: tarifas portuárias e outros custos logísticos são relativamente altos.

Podemos concluir que;

Os portos de contêineres são essenciais para o comércio internacional, e os maiores portos do mundo desempenham um papel fundamental na economia global. 

O Brasil tem um porto de contêineres importante em Santos, que precisa ser modernizado e expandido para atender à crescente demanda.

É “nois” 👍.

--- Criado com nosso formulário simples e amigável. Você já desabafou hoje?

Diretamente no SEU e-Mail

Receba os desabafos mais ilários da Internet na sua mailbox a cada 2 dias.

Nunca enviaremos Spam e PODE CANCELAR quando quiser.

Reportar

O que você acha?

Escrito por locke

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


O período de verificação do reCAPTCHA expirou. Por favor recarregue a página.

4 Comentários

  1. Impressionante.
    O ocidente (EUA) fez propaganda, criou meio para desqualificar a reputação de quem não era seu aliado e a China foi um dos alvos.
    Tanto que aqui no Brasil quando se fala de China, muita gente torce o nariz por puro preconceito.
    Um país que cresceu 10 por cento ao em média nas últimas três décadas comparado aos mais ou menos 3 por cento do Brasil, tem muita coisa a nos ensinar.

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

nao consigo mais

Ainda não acabou