em

Nunca imaginei…

Eu confesso que ontem fui entregar uns livros à minha amiga Carla e aconteceu tudo como nunca poderia imaginar… A Carla é uma mulher com 40 anos, divorciada e demasiado distante de querer ou ter homens por perto… Posso descrevê-la como sendo bonita e sensual… A Carla tem uma filha com 20 anos, linda!
Eram dez horas da manhã, toquei a campainha e ela apareceu ainda em roupão, reparei nos seus mamilos erectos… Sentei-me al seu lado o sofá e passei um zaping pelos canais de televisão. Por acaso, parei num canal porno, ela sorriu e disse tira isso daí… Olhei-a e vi que a sua língua e lábios estavam a movimentar-se, reparei que as pernas se abriam ligeiramente… Neste momento, o meu membro estava erecto, parecia querer rebentar com as calças… Encostei-me a ela, ensaiei um beijo com a língua bem dentro da boca dela… ela resistiu, mas as pernas estavam mais e mais abertas… Apertei-a, beijei-a e enfiei-lhe os dedos na vagina que estava a escorrer…. tirei-lhe o roupão e lambi-lhe os seios… Desapertei as calças, tirei o meu longo e grosso membro e penetrei-a bem fundo… Aberta, ela gritava o meu nome e pedia para meter tudo e com força…. Passados mais de 20 minutos nessa loucura ela atingiu o primeiro orgasmo e ficou a escorrer durante mais de 10 minutos. O meu membro estava coberto do seu líquido espesso… Entretanto, ela meteu-o na boca e lambeu… A seguir voltou a roçá-lo no clitóris e enfiou-o dentro da vagina vermelha rosada, pingando… Dei-lhe fundo, até ela suplicar para me vir dentro dela… Ejaculei forte enquanto ela se abria mais e mais…
Tudo seria simples se alguém não tivesse aberto a porta e deparado com tudo aquilo… A amiga Susana acabara de chegar, tinham combinado sair… A Susana tem cabelos negros e é linda, casada e ainda muito jovem… Olhou-nos e começou a masturbar-se, chegou perto do meu membro e meteu-o na boca, depois colocou-se de joelhos na cama e abriu as nádegas e encarregou-se de encaminhá-lo bem para o fundo… Passada maia-hora ela estava a vir-se que nem uma louca…. No fim, ambas pegaram-no, e disputaram-no na boca, alternando… Por fim, acabei por não aguentar e vir-me dentro da boca de cada uma delas…

Reportar

O que você acha?

Escrito por Anônimo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


The reCAPTCHA verification period has expired. Please reload the page.

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Feroz e carinhoso

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Punheta