em

O corno e o comedor tem que saber que quem manda e ela.

O  corno e o comedor tem que saber que quem manda e ela.

Depois  da deliciosa experiência de tomar leitinho quente  te direto da buceta de minha esposa e fazer ela gozar, tamanho tesão que ela ficou com maridinho sugando leite grosso do macho dela,bem do fundo da sua buceta, a nossa  rotina voltou ao normal.

É uma pena que na maioria das vezes ele a come sempre a tarde enquanto estou trabalhando, segundas e quintas feiras sempre a partir das 17:20 ou 30 , ela sai do trabalho ele pega ela leva pro sítio e como ela gostoso, ela sempre goza no mínimo 3 vezes, depende das preliminares dele, tem dias em que ele beija mais  e chupa os seios dela, e pau pra dentro , mais nos dias que  ele chupa a bucetinha dela, ela sempre goza, só na chupuda,nunca consegui fazer ela gozar só chupando, a não ser dessa vez aquela levou a bucetinha cheia de porra do Edson, para eu beber, e como ela viu que isso me deu muito tesão, aumentou o tesão dela também,e então gozou, mas foi só essa vez mesmo, estou aguardando outras oportunidades, porque ele ta comendo ela só a tarde ,  quando eu chego em casa, ela já tomou banho, o consolo que tenho e ela me contar como foi  pra eu me bater minha punhetinha imaginando a cena  enquanto ela conta .

Dessa última quinta-feira teve novidade e surpresa pra ela e pra mim ,quando ela entrou no carro dele já notou que ele estava de pau muito duro, eles já estão acostumados a transar tem 6 meses então ela achou um pouco estranho ele já tá com aquela ansiedade de passa a piroca nela,ficou pensativa . chegando no sítio ele já foi beijando e tirando a roupa dela e a dele o pau dele para cima de tão duro apontava pro alto, ela também com muito  tesão, mas para sua  surpresa ,geralmente ele faz umas excelentes preliminares, mas naquele momento  não, Ele  a colocou de costas e pediu para ela  ficar de 4 em cima da cama , ela obedeceu cismada,  viu que ele abriu uma gavetinha do lado do criado mudo e tirou um lubrificante, passou no pau dele , passou no cuzinho dela, isso a deixou tensa, ele tem 21 cm de cacete grosso, e a muito tempo ela não dava o cuzinho pra mim, ela estava praticamente lacradinha , se a bucetinha  dela já é apertada imagina o cuzinho .

Ele estava tenso e ansioso, com pau muito duro, subiu na cama, na posição de que queria montar deu alguns beijinhos nas suas costas ,  no seu pescoço, a segurou  firme  pela cintura é a puxou com força colando a sua bunda no pau duro dele, até aí tudo normal, ele ficou ali curtindoo calorzinho da bunda dela colada no seu pau, depois mirou  no cuzinho dela e foi encostando  a cabeça   na portinha , foi aí que ela pôde  perceber o perigo que tava correndo, ela sentiu a ponta daquela cabeçona  úmida e geladinha por causa do lubrificante, querendo invadir seu cuzinho, ela travou,ele   puxou ela pela cintura com força, tentando empurrar aquela rola grande grossa no cuzinho da minha esposa, mas ela num gesto rápido se  jogou na cama  na cama e fechou as pernas travando o cuzinho, ele foi junto e continuou  em   cima ,  com o pau duro encostado na bunda dela, percebendo que ela não ia ceder, meteu os pés encaixando entre as pernas dela,  forçando, para que ela abrisse  as pernas,forçou e conseguiu,  segurou com uma mão,às duas  mãos delas para trás,a segurando firme pelos punhos, a dominando , ela completamente indefesa  pensou consigo,: vou ser estrupada no cu,por meu amante ,e ele estava como um garanhão no cio, gemendo, quase urrando de desejo de comer o cuzinho dela, mantendo-a  de pernas abertas segurando firme as suas mãos,e com a outra segurava firme o pau extremamente duro e  tentendo enfiar aquela cabeçona na entrada  do cuzinho  dela, ee querendo empurrar  aqueles 21 cm de  rola grossa no cuzinho da minha amada,ela apesar das pernas abertas, as mãos presas, completamente dominada, martinha heroicamente  seu buraquinho bem travado, e com medo e ser invadida sem estar preparada gritava:, não não , por favor aí não por favor, não, não aí não por favor implorava ela, sem ter muito o que fazer, ele por cima mantendo as pernas dela abertas, segurando com os pés, com a mão figurava firme as 2 mãos dela, e qual outra mão direção aquela tora rumo  ao seu cuzinho,ele porém parecia ficar até mais excitado à medida ia dizendo não, mais ele forçava aquela cabeção na entradinha do cuzinho dela, que não conseguiu muito tempo, deter aquele cavalo inteiro, ele estava determinado, a comer o cu da minha esposa, que tem uma bundinha empinadinha muito gostosa,  tão atraente, que acho que todo homem que a ve, quando ela passa, deseja comer aquela bundinha gostosa, e o Edson que já comia ela, com certeza tava doido para por o pau nessa delícia, e por que seu pau estava muito duro, muito bem lubrificado, e o cuzinho dela também, ele fez forte pressão e  flop, aquela cabeçona entrou no cuzinho da minha amada.

Ele  deu um gemido alto de prazer, ahhhhhhhhhh, sentindo toda aquela pressão que aquele cuzinho fazia na cabeça de   seu pau, com certeza muito mais apertadinho que a buceta dela, enfim estava dentro daquela delícia, ela porem  deu um grito muito  alto,mais para um urro de dor , sentiu  rebentar de algumas pregas do seu cuzinho causando muita  dor e queimação , pois ela não estava relaxada, nem preparada para receber tamanha tora no rabo, ele  totalmente dominante, mantendo as pernas dela abertas com a força das suas, segurando firme seus pulsos com uma só das suas mãos, e a cabeçona lá dentro do cuzinho da minha esposa, ele gemia de tesão, ele estava estrupando o cu da minha esposa, completamente indefesa, ela não conseguia nem mexer, respirando como se tivesse a soprar tamanho da dor e ardecência causada por  aquela cabeçona enorme a arrebentar as pregas e relaxar em seu esfíncter do seu cuzinho apertado.

Ela num lapso de tempo lembrou se do Ivan, de como ele comeu o cuzinho dela pela primeira vez, e foi totalmente diferente, o Ivan foi carinhoso, a preparou, deixou-a relaxada para ela sentir mais prazer que dor.

Passou rápido pela memória dela como foi  com o Ivan, depois de meses comendo a sua bucetinha ele a avisou gostaria de comer o seu cuzinho, então ela permitia  durante as transas, que ele a penetrasse com o dedo, assim Ela Foi acostumando ele lubrificava o dedo enquanto comi sua bucetinha com pau ,enfiava o dedo indicador no seu cuzinho, sempre que transavam ela já estava se acostumando ter o dedo  do Ivan enfiado no seu cu, Ivan depois passou pra colocar o dedão no cuzinho dela por ser  mais grosso Pra Ela ir acostumando, depois de uma semana, passou a colocar 2 dedos alargando um pouco mais vou cocozinho dela, Até que às vezes enfiava 3 dedos, dessa forma Ela Foi ficando preparada, até aquele dia que ele havia feito  ela gozar comendo sua bucetinha, depois tirou seu pau molhado porra dela mesmo, pra lubrificar seu cuzinho, ela de 4, ela relaxada facilitou quando ele gostou a cabeça do pau é como uma pequena pressão colocou ela pra dentro, ela sentiu um pouco de dor porém estava mais excitada como aquela novidade o cacete do Ivan  entrar no seu cuzinho, por que Ivan foi todo carinhoso manteve só a cabeça dentro seu cuzinho enquanto beijava suas costas e acariciava o seu seios, ela começou a gemer ele mais estimulado pelos gemidos dela,empurrou metade de seu pau dentro do cuzinho e os dois sentiram  muito de prazer. O tesão dela superava a sua rosca que queimava,e  ainda  e os beijos nas costas e as carícias no seio faziam ela querer mais e mais aquele pau dentro, movimentando a fazendo sentir a delícia daquele pau que comia sua bucetinha quase sempre.Ele gemia com o pau dentro daquele cuzinho apertadinho, meio pau dentro do me cu da  lembrava ela, apenas metade do pau dentro mas já estava sentindo muito prazer apesar de estar queimado, A essa altura minha tia já estava atrás que nós,e eu de quatro tomando pela primeira vez no cuzinho que ardia, mas também estava muito gostoso,e o marido dela  com metade da rola dele  dentro de mim ,gemendo e  urrando de tesão agarrado aos meus  seios , nem perceberamos  que ela havia voltado pra casa e estava ali parada perplexa na porta do quarto ,justo no momento que  o marido dela empurrava a outra metade do cacete no meu  cuzinho me  fazendo  soltar um urro de  prazer e gozar caindo na cama  enquanto ele acompanhava a queda  sem deixar sair de dentro  dando umas  bombadas fortes no fundo enquanto enchia meu  cuzinho de leite quente ,esquentando ainda  mais meu  cuzinho esfogueado escorrendo porra saindo do meu cu escorrendo por entre as minhas coxas a cair na cama.

Apesar do flagra da minha tia e de ter sido expulsa de lá, essa lembrança do Ivan comendo meu cuzinho sempre me excita, pra mim era sempre desse jeito que um homem devia comer o cuzinho de uma mulher.

Com o Ivan estava  completamente  preparada sabendo que ia  levar  rola no rabo, porém o Edson me pegou de surpresa, me pos de 4  na cama,e eu  pensando que ele iria comer minha  bucetinha apertada que ele tanto elogia , a casadinha da buceta mais gostosa e apertadinha,e ele me surpreende lubrificando meu cuzinho tentanto enfiar seu pau duro com aquela  cabeçona  grossa nele, sem nenhum preparo, sem nenhum carinho, eu ali deitada de bruços, e ele com seu corpo pesando sobre mim ,e apesar dos meus esforços da minha resistência, de eu pedir de eu implorar , não aí não, por favor, eu não vou aguentar, não não por favor, parecia que quanto mais eu implorava, mais Tarado ele ficava, talvez na cabeça dele  esse não, era só uma frescura de quem tava doida para sentir aquele mastro dentro do cu,   que eu dizia não,  mais para valorizar, que no fundo era isso que eu queria, então abriu minhas pernas com seus pés e contra a minha vontade, prendeu minhas mãos segurando meus pulsos com uma mão só , me imobilizando,deixando a outra livre pra segurar o pau e  direcionou   no meu cuzinho, eu completamente indefesa, travando meu cuzinho com toda  força que eu podia,de maneira a evitar aquela tentativa de invasão do meu buraquinho, mais por estar bem lubrificado e ele de tanto ele forçar, rompeu minha resistência, e pude sentir a cabeçona entrando e arregaçando meu cuzinho, arrebentando as últimas preguinhas que tinha nele, me fazendo urrar de dor, me fez ver estrelas, enquanto eu dava um berro  ele deu um urro de prazer, pro comedor o cu  da esposa do corno é um prêmio, um troféu, ela começou a chorar sentida, pedindo, implorando, por favor Edson, tira por favor tira, tá doendo muito, você está me estuprando, foi quando ele percebeu que ela realmente não queria.

Ele ficou surpreso e sem graça, soltou as mãos dela, tirou a a cabeça do pau do cuzinho dela, pediu desculpa abraçando-a ainda de costas, beijou suas costas várias vezes, beijou seu pescoço, dizendo em seu ouvido: me perdoa princesa, já fiz isso com a Fatinha,( mulher do Orfeu ) a Geane (do Ailton ) e a Mariel (do Onofre) e todas confessaram que tinham esse desejo secreto, de serem estrupadas dessa maneira,mas  com alguém que elas se conhecessem e tivesse confiança, no caso eu, todas elas tiveram a mesma reação sua no começo, diziam não resistiam travavam, mas a partir do momento que passava a cabeça, elas ficavam mansinhas, relaxavam então eu punha mais lubrificante e ia  empurrando aos poucos percebendo elas gemendo, agora de prazer, confirmava minha teoria , era tudo aquilo que elas queriam mesmo, a Mariel chegou a pedir depois de sentir a cabeça passar, e eu deixar ela se acostumar com minha rola dentro seu cu, põe tudo meu amor , e eu enterrei tudo nela que  gozou na hora, a fatinha também resistiu travou disse não não, mas quando ela sentiu a cabeça passando relaxou, ficou mansinha e totalmente entregue, foi outra que gozou rapidinho com a minha vara no cuzinho, agora toda vez que eu como ela , como a bucetinha eu o cuzão que ela tem, de fato a fatinha tem um bundão,a Geane foi a  mais  fácil, resistiu  pouco não travou,só fez um charminho,  por isso nela já coloquei foi a metade,que taqmbem a fez gozar.

Segundo a minha esposa, ela que já sabia dos outros casos dele, ia  contando pra ela para dar mais segurança , e justificar por que fez aquilo,pois pensou que com ela também seria igual, que ela tinha esse fetiche, mas percebendo que ela estava chorando de dor, e não estava curtindo, se arrependeu.

Ele saiu de cima dela, ela virou pra ele mais calma e explicou, já fiz sexo anal antes, com um cara que tem um pau de 18 cm, mas ele me preparou bem antes, foi muito carinhoso, me penetrou com o mínimo de dor, foi até prazeroso,o meu marido tem 14cm , de vez em quando dou meu rabinho para ele. Sinto até prazer , pois 14 cm dá pra aguentar,mas pra você ainda não estou preparada, e a forma com que você me pegou, me assustou muito, me senti estrupada, estou esfolada e ardendo.

Ele com a cara de muito arrependido e lamentando, pediu perdão várias vezes, seu pau até amoleceu, ela sentiu sinceridade nele. Nunca mais faço isso, adoro comer você.

Vc sabe disso , sua bucetinha apertada é a melhor que eu já comi até hoje, e gostaria de continuar comendo. havia uma certa tristeza na voz dele, e de fato minha mulher estava pensando se daria Pra Ele de novo ou não.

Ela se levantou, se vestiu, foi no banheiro retocou a maquiagem, disfarçando que havia chorado, e pediu para que ele a levasse embora e que durante a semana pensaria no caso.

Ele não teve outra alternativa, depois do acontecido ,ali por volta das 19 meu horário de janta, ela me ligou não estava com a mesma empolgação das outras vezes, falamos de outras coisas e ela me disse que me contaria quando eu chegasse o que aconteceu.

Notei que algo estranho havia acontecido e é isso que narrei para todos aqui  , foi o que ela me contou,agora vou esperar qual será a decisão dela.

Nesse dia em respeito a ela não bati punheta ao  lado dela, ao contrário fui ao banheiro tomar banho e fui lembrando ela contando, pensava no tesão que ele sentiu qdo a  cabeça do seu pau conseguiu entrar naquela bundinha delícia, acho que ele foi ao céu sentindo,a pressão desse cu apertadinho , a delícia que é comer o cu de uma esposa de um corno, ainda mais uma bundinha gostosa como a da minha mulher,  pensando nisso gozei muito muito mesmo , enquanto a minha esposa com certeza já estava dormindo com o cuzinho esfolado e ardendo.

Até o próximo conto.

--- Criado com nosso formulário simples e amigável. Você já desabafou hoje?

Reportar

O que você acha?

Escrito por Cdrose

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


O período de verificação do reCAPTCHA expirou. Por favor recarregue a página.

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Fotos da cunhada 1

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Casado quer experimentar chupar uma rola