em

Prova antiga da professora.

Eu me lembro que uma vez uma aluna da faculdade escreveu lá no grupo da faculdade se alguém tinha alguma prova antiga da professora, eu pensei que ela estava com dificuldade de entender a matéria, então eu me ofereci para chegar mais cedo na faculdade para explicar a matéria para ela, ela visualizou o que eu escrevi e não respondeu nada.

 

Depois de alguns meses eu me toquei que essa aluna não estava querendo aprender a matéria, ela estava querendo era estudar apenas o que iria cair na prova.

 

Eu sou super contra isso de dar prova antiga para os outros, a matéria inteira é importante e não apenas o que vai cair na prova.

 

Outra coisa que não faz sentido na faculdade é colar na prova. Ninguém é obrigado a fazer faculdade, faculdade não é escola que o pai e a mãe obrigam a gente a fazer, se alguém não está interessado em aprender a matéria poderia desistir da faculdade e deixar a faculdade para quem realmente está interessado na matéria, se alguém está colando na prova é porque não quer aprender a matéria. Imagina só uma pessoa trabalhando na área que ela se formou e não tendo o conhecimento para exercer a sua profissão, se alguém passa colando na faculdade é porque não tem o conhecimento.

 

Eu me lembrei agora de um vídeo muito antigo do Clarion, o vídeo é sobre vício em atalhos, todos nós temos a tendência de querer resolver um problema complexo com uma solução simples, a pessoa não quer seguir o caminho trabalhoso que vai te levar ao seu objetivo, a pessoa quer seguir um atalho que não vai levar ela a lugar nenhum.

Diretamente no SEU e-Mail

Receba os desabafos mais ilários da Internet na sua mailbox a cada 2 dias.

Nunca enviaremos Spam e PODE CANCELAR quando quiser.

Reportar

O que você acha?

Escrito por Pipoca

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


O período de verificação do reCAPTCHA expirou. Por favor recarregue a página.

3 Comentários

  1. Uma prova antiga nem sempre serve de base para o que vai ser aplicado nas avaliações seguintes mas concordo quando questiona a atitude de muitos que colam nas provas da faculdade.
    É necessário esforço e dedicação para aprender.
    Imagina a dificuldade de quem tem diploma e não aprendeu o que precisava porque buscou atalhos e atropelou o que deveria ter aprendido na universidade.

  2. Correções realizadas:

    “Refazer provas antigas, sem dúvida, é um bom exercício.
    Muitas vezes, podemos ser mais práticos ao estudar de forma mais eficiente.
    E aí, algumas pessoas podem usar métodos de aprendizagem.
    Pessoalmente, gosto muito de usar audiobooks.
    Após aprender sobre o princípio de que, eu poderia memorizar informações por áudio de forma muito mais eficiente.

    É pelo fato de que, por ser em áudio, o cérebro é ativado de forma muito maior; usa-se uma atividade muito maior do cérebro quando tentamos captar informações por audição.

    E assim, é possível ter um bom aprendizado por áudio.
    Não é à toa que os audiobooks são muito populares.

  3. Discordo.
    Refazer provas antigas, sem dúvida é um bom exercício.
    Muitas vezes, podemos ser mais práticos.
    Estudar de forma mais eficiente.

    E aí umas pessoas podem usar métodos de aprendizagem.
    Pessoalmente, gosto muito de usar Audio book.
    Após eu aprender sobre o princípio de que, eu poderia memorizar informações por áudio e forma muito mais eficiente.

    É pelo fato de que, por ser por áudio, o cérebro é ativado de forma muito maior, usa-se uma atividade muito maior do cérebro quando tentamos captar informações por audição.

    E assim sendo, é possível ter um bom aprendizado por áudio.
    Não é à toa que Audiobooks são muito populares.

    ****

    Assim sendo, existem diferentes métodos de ensino e aprendizagem.
    Poderia citar outros exemplos.
    Como os métodos de estudos de línguas estrangeiras que missionários religiosos usam.

    O método desenvolvido pela Brigham Young University (A BYU) é excepcional.

    Aqui este método foi traduzido e incorporado pelo Curso da Wizard.
    Ou seja, o método não foi criado pela Wizard.
    A Wizard paga royalties para usar os métodos linguísticos desenvolvidos pela Brigham Young University.

    Devemos usar métodos para estudar, aprender e ensinar.

    Já colar sim, é trapaça.

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

De 4 com calcinha fio dental

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Montar na rola, a melhor posição para mim