em

AMOAMO

Bati punheta no… cinema!

Eu confesso que bati punheta no cinema. Eu estava naquela semana em Brasília, hospedado no SHS. Resolvi então dar uma saida em final de tarde ao cinema pornô situado no CONIC, o cine Ritz, conhecido ponto de pegação da capital federal.

Nos intervalos dos filmes havia sempre uma gostosa fazendo strip-tease. Eu estava na minha tradicional punheta quando acabou o filme, acenderam-se as luzes e entrou uma morena gostosa de tetas grandes e areolas estufadinhas fazendo seu bailado. Ela estava de sandália se salto alto, calcinha fio dental e tetas de fora, apetitosas e deliciosas! Continuei na punheta, e até acelerei ainda mais quando ela tirou a calcinha. Desceu então a morena gostosa do palco e começou a transitar entre os punheteiros das primeiras fileiras. Quando ela chegou na minha frente – eu estava na terceira fileira, não aguentei e comecei a esporrar! Tentei guardar o caralho mas a situação só piorou, pois fiquei ainda mais excitado e não havia como parar de ejacular. Tentei então levantar para ir no corredor lateral, mas haviam outros homens por lá, e todos de pau de fora também batendo punheta para a striper e para eles mesmos. Ví que então o negócio era relaxar e gozar. Fiquei de pé, virado de frente para a platéia que ainda prestava atenção na striper e dei vazão ao meu tesão exibicionista, acabando de esporrar as últimas gotas na frente de todos. Pensei que ninguém tinha ligado muito para mim, pois a morena era de tirar o caralho para fora, mas qual não foi minha surpresa ao receber muitas propostas de punheta, chupadas e trepadas de muitos caras que haviam me visto esporrar em público. Anotei os telefones de uns 3 ou 4, e fiquei pensando no que fazer – ligar para eles e marcar algo? O que você faria em meu lugar?

Sai do CONIC a pé pensando nas propostas que tinha recebido, mas meu tesão estava nas tetas da gostosa do strip-tease, apesar de sonher em chupar um pau gostoso. Fui para o hotel e quando lá cheguei o recepcionista me perguntou se eu desejava companhia, pois tinham um book de mulheres cadastradas e muito gostosas. Como o tesão ainda estava alto, apesar de ter esporrado havia menos de meia hora, eu disse que sim. Ao ver as fotos do book, para minha surpresa estava lá a gostosa de tetas grandes do strip-tease! Perguntei sobre ela, e ele disse que fazia programa só após o strip do cine Ritz. Pedi para ele telefonar para ela, pois eu tinha vindo de lá. Para minha decepção ela já tinha programa marcado para aquela noite.

Apontei outra morena gostosa do book, e o recepcionista me disse que ela estava grávida, se eu me importaria com isso. Eu disse que absolutamente, pois sou taradão por grávidas, e se tiverem leite, aí apaixono mesmo. Ele chamou a garota, e após meia hora estava eu diante de uma morena de barriga lindissima, tetas vazando leite e totalmente gostosa. Metemos, mamei seu leite e esporrei fartamente em seu corpo. Depois do banho perguntei se ela conhecia a striper do Ritz, e ela disse que sim, que não só conhecia como moravam juntas. Falei para ela o que tinha acontecido no cinema, que eu havia esporrado na fretnte de todos por causa do tesão que senti por ela, etc. Ela me disse que era comum homens esporrarem no Ritz durante strip, mas esporrar de pé virado para a platéia era raro. Isto me deixou com vontade de repetir a dose! Adivinhem o que fiz no dia seguinte? Conic, cine Ritz, punheta na primeira fileira, esporra esguichando na frente de todos por causa da morena de tetas grandes!!!

Reportar

O que você acha?

Escrito por Anônimo

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 Comentários

Não é o papai

Conteúdo 18+
Clique para ver esta postagem

Esporrei na minha vizinha deliciosa